segunda-feira, 8 de setembro de 2014

IDEB - Índice do Desenvolvimento do Estado de Burrice

Uma lástima. No mínimo, vergonhoso. É o meu sentimento com relação à divulgação do mais novo Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB) referente ao ano de 2013.


Minas Gerais alcançou IDEB para o ensino médio geral (instituições estaduais e privadas) de 3,8 (7a. colocada no ranking nacional - junto com Espírito Santo e Paraná). O estado de melhor IDEB (melhor???) foi São Paulo (4,1). Dividindo redes públicas e privadas, Minas alcançou, respectivamente, 3,6 (4a. colocada) e 5,8 (2a. colocada). E olha que 14% dos municípios brasileiros foram "reprovados" nesta avaliação, pois não melhoraram (ou pioraram em muito) seus índices.

Pelas projeções esperadas para 2021, parece que estamos perto da meta, afinal nos separam daquela data pelo menos mais sete anos. Pela lógica matemática, parece que chegaremos antes. Mas pela realidade política, tenho dúvidas.


Nesta parafernália de números, nota-se o descaso com a educação. Governos vão e vem, mas a qualidade do ensino despenca. É inacreditável que, mesmo a olhos vistos, ninguém faça nada. O Governo, para minimizar as coisas e entrar em um processo camaleônico, resolve criar bolsas e cotas para entupir universidades de pessoas despreparadas educacionalmente, fazendo o pior jogo social que se pode fazer no poder: embutir nestes grupos que eles são marginalizados e, por isso, têm direito a tudo. Porque o Governo não lhes paga, então, uma pensão vitalícia milionária em vez de desestabilizar o já frágil quadro educacional e pedagógico que temos?.

Cada vez mais tenho ouvido de colegas (e até em minha própria experiência na universidade) sobre a presença de cidadãos universitários sem o mínimo preparo para frequentarem o chamado ensino superior. São os chamados "analfabetos funcionais" (32% da população universitária), que não sabem escrever o léxico português (e quando o fazem, se expressam por hieroglifos e pictogramas), leem mal (exceto as futilidades e fofocas de seus próprios celulares e redes sociais), não conseguem interpretar o que leram, não sabem fazer contas básicas (como transformar um medicamento a 1% em mg/mL?) e muito menos entendem o que estão fazendo ali...


Pois é, Brasil. E durma-se com um barulho deste,.. O problema é de vocês, geração mais jovem. Continuem postando seus comentários e fotos no Facebook, Instagram e WhatsApp, enquanto políticos semi-analfabetos (ou até mesmo Doutores com Tese e toda a pompa) desfilam seu rosário de besteirol no cenário educacional, ajudando a "embestar" nossa população a cada quatro anos. E viva a ignorância!

Programação da semana...

09/09/2014, Terça, Aula Teórica, Turmas A-B-C, 08h00 às 09h40, sala DMV-01, Tema: Marcha do Exame Clínico. Mucosas Superficiais (aulas 16 e 17).
09/09/2014, Terça, Aula Teórica, Turma B, 14h00 às 16h30, Sala DMV-22, Tema: Linfonodos de Cadeia Superficial (aulas 18 a 20).
10/09/2014, Quarta, Aula Teórica, Turma C, 08h00 às 10h30, Sala DMV-22, Tema: Linfonodos de Cadeia Superficial (aulas 18 a 20).
11/09/2014, Quinta, Aula Teórica, Turma A, 08h00 às 10h30, Sala DMV-22, Tema: Linfonodos de Cadeia Superficial (aulas 18 a 20).

ATENÇÃO: A listagem de passeio com os cães da Semiologia está correta. Assim, sigam o que está colocado na relação. Qualquer dúvida, basta se reportarem à mim.

segunda-feira, 25 de agosto de 2014

Começando

Bom, iniciamos o semestre. Que possamos utilizar nossa boa vontade e curiosidade para aprender e praticar; que frente às dificuldades (que certamente virão), possamos vislumbrar caminhos alternativos, penosos, porém progressivos; que as novas situações nos enriqueçam e nos permitam desenvolver habilidades que pensávamos não ter; por fim, que, juntos, consigamos evoluir como seres humanos, profissionais e alunos/professores.


Mudando de assunto, esta semana começou o noticiário político. Para aqueles que não toleram o tema, cuidado, pois são esses seres que colocamos para responder por nós. Para os que ainda estão escolhendo seus candidatos, prestem atenção nas falas. É muito divertido! Não apenas o conteúdo, mas a forma que se fala (o que é dito). É incrível o palavreado desta fauna frente às câmeras; muitas são pessoas que nem ao menos sabem o que estão fazendo ali... E assim colocamos "tiriricas" para falar pelo povo; assim, abrimos mão do nosso direito de sermos representados por alguém sério e elegemos indivíduos que insistem em falar "assembréia legislativa" e "preito na câmera". Pois é, é vida que segue...

Bom, aí vai a programação da semana:

26/08/2014, Terça, Aula Teórica, Turmas A-B-C, 08h00 às 09h40, sala DMV-01, Tema: Marcha do Exame Clínico (aulas 06 e 07).
26/08/2014, Terça, Aula Teórica, Turma B, 14h00 às 16h30, Sala DMV-22, Tema: Marcha do Exame clínico (aulas 08 a 10).
27/08/2014, Quarta, Aula Prática, Turma C, 08h00 às 10h30, Sala DMV-22, Tema: Marcha do Exame clínico (aulas 08 a 10).
28/08/2014, Quinta, Aula Prática, Turma A, 08h00 às 10h30, Sala DMV-22, Tema: Marcha do Exame clínico (aulas 08 a 10).

ATENÇÃO: A listagem de passeio com os cães da Semiologia, bem como todo o material para o mesmo, serão distribuídos nesta quarta (27/08), com início na segunda (01/09).

sexta-feira, 1 de agosto de 2014

Notas finais


Bom gente, tudo que é feito de forma atropelada, dá pau... Pois bem, como fui induzido a modificar a primeira questão da prova, acabei por corrigi-la com o gabarito original. Mas agora recorrigi tudo e acertei as notas no SIG (as notas aumentaram para 97% da turma). Se alguém tiver alguma dúvida, favor entrar em contato por e-mail (ou pelo blog) para podermos resolver antes da terça, pois é o prazo de envio de notas.

Abraços a todos e aproveitem este recesso (me recuso a chamar de férias...).

quinta-feira, 31 de julho de 2014

Final de festa

Olá, moçada.

Vamos curto e grosso para a semana final. As notas de passeio estão listadas no SIG para consulta de vocês. Qualquer divergência, estarei nesta sexta-feira (todo o dia) para esclarecer dúvidas (tanto desta nota quanto das demais atividades avaliativas - incluindo a 3a. Avaliação Teórica feita no dia).


Quanto aos alunos que perderam as avaliações passadas (1a. Avaliação Teórica, dia 15/04/2014; 2a. Avaliação Teórica, dia 27/05/2014), só farão a 2a. chamada se houver abono oficial por parte da DRCA. A relação dos mesmos e os abonos oficiais emitidos pela DRCA são:

201111147 - Perdeu 2a. AT - Abonos válidos pelo SIG/DRCA (03/04 a 04/04/2014)
201221563 - Perdeu 1a. e 2a. AT's - Abonos válidos pelo SIG/DRCA (15/04 a 13/05/2014)
201110444 - Perdeu 1a. AT - Sem abonos válidos pelo SIG/DRCA

Lembrando que sigo estritamente o Manual Acadêmico justamente para não prejudicar ninguém. Cada um é responsável pelos seus atos...

Bom, a 3a. Avaliação Teórica será realizada amanhã (01/08/2014) na sala DMV-01, às 08h00. Quem perder esta avaliação só fará a 2a. chamada, caso tenha o abono válido pela DRCA, após o dia 18/08.

Boas férias a todos.


domingo, 13 de julho de 2014

Paradoxos e paradigmas

É, a Copa acabou e precisamos refletir sobre os acontecimentos. No país do futebol (!), muitos aproveitaram para elaborar paradoxos do arco da velha... Futebol é futebol é pronto. De que adianta traçar paralelos com qualquer outra situação que nada tem a ver com o mundo esportivo?

Mas uma situação me chamou a atenção, justamente porque a pessoa que levantou a questão muito pouco tem para falar sobre o assunto. A figura central é Ronaldo,  "O Fenômeno". Em uma postagem do Instagram, ele coloca: "Prêmios Nobel: Alemanha 102 x Brasil 0. E você ainda acha 7 x 1 significativo?".

Para quem tem pouca formação educacional e cultural, a afirmação é, no mínimo, paradoxal. Mas a grande verdade é que "O Fenômeno" revelou o descaso das autoridades brasileiras com nossa produção científica e intelectual. A Argentina, tradicional rival no futebol, possui cinco prêmios Nobel. Tivemos apenas duas indicações: Carlos Chagas e Dom Hélder Câmara, mas que não levaram... Mas sabemos que a subserviência às potências culturais ainda impera no meio acadêmico e cultural, impedindo que, nós mesmos, consigamos enxergar essa condição.

Nesta Copa foi possível observar porque a Alemanha conseguiu levar aquela horrível estatueta de Campeão Mundial: organização, método, persistência e iniciativa, tudo o que nos falta, já que preferimos utilizar a "pasión latina" como paradigma.

Me lembro quando morei na Alemanha e me assustei com o pragmatismo daquele povo. Brasileiro que sou, custei a aprender que nada vem sem esforço, sem programação. Daí a vitória e o sucesso, tão comum nos dicionários alemães. Já dizia um conhecido meu que "se esforço sozinho fosse válido, jumento seria presidente do Brasil" (ou não?).

Por isso, neófitos, vale o esforço, mas mesclado com todas as propriedades citadas anteriormente. Cada vez menos usamos nossos cérebros em nossas decisões, postergando, procrastinando e "empurrando com a barriga" nossas trajetórias pessoais e profissionais. Pensem sobre isso (e sofram)...

Aí vai a programação da semana:

15/07/2014, Terça, Aula Teórica, Turmas A-B-C, 08h00 às 09h40, sala DMV-01, Tema: Sistema Genital Feminino. Sistema Genital Masculino (aulas 73 e 74).
15/07/2014, Terça, Aula Teórica, Turma B, 14h00 às 16h30, Sala DMV-20, Tema: Sistema Genital Masculino (aulas 78 a 80).
16/07/2014, Quarta, Aula Prática, Turma C, 08h00 às 10h30, Sala DMV-20, Tema: Sistema Genital Masculino (aulas 78 a 80).
17/07/2014, Quinta, Aula Prática, Turma A, 08h00 às 10h30, Sala DMV-20, Tema: Sistema Genital Masculino (aulas 78 a 80).

ATENÇÃO: Em virtude das modificações realizadas nos dias letivos com recesso escolar, um novo Cronograma da disciplina foi montado e está disponível na caixa eletrônica da turma. Favor conferir com cuidado as novas atividades e datas.

segunda-feira, 7 de julho de 2014

Pilantropia


Que o país não é sério, isso já nascemos sabendo. Mas existem coisas que ultrapassam o entendimento do cidadão comum, levando-nos a pensar que, talvez, estejamos imbecilizados pela situação em si.

Vejam o caso dos políticos presos no Escândalo do Mensalão. Antes de mais nada, quero lembrar que não sou um jurista e nem pretendo sê-lo, pois, do contrário, já estaria em maus lençóis. Mas voltando às vacas mortas, observem que a concessão para que muitos deles possam trabalhar "honestamente" (porque antes não era assim) foi justamente durante a Copa 2014. Será coincidência? Será que foi a saída à francesa do ex-ministro Joaquim que desencadeou tudo isso?

Quem tem olhos, que veja e enxergue. Porque os demais reclusos em nosso excelente sistema prisional também não possuem essa regalia? Esses políticos a que me refiro já cumpriram seu sexto de pena para poderem sair para trabalhar? Um dos graúdos vai trabalhar em uma biblioteca para botar ordem na bagunça reinante, com um salário que a maior parte dos brasileiros honestos não recebe. Então, para que ser honesto e ganhar seus "mil Real" por mês?


Meu Deus, é muita humilhação para o trabalhador tupiniquim. Mas, em parte, somos todos culpados. Como escreveu o saudoso Nelson Rodrigues:

"Muitas vezes é a falta de caráter que decide uma partida.
Não se faz literatura, política e futebol com bons sentimentos..."

E estamos ditos. É a pilantropia brasileira em ação, em sua mais sórdida faceta: a de mostrar que é estúpida, mas se impõe pela nossa própria incapacidade cultural de "zé povinho dos trópicos" sempre aguardando o carnaval e o futebol. Que venham as Olimpíadas...

Programação da semana:

08/07/2014, Terça, Aula Teórica, Turmas A-B-C, 08h00 às 09h40, sala DMV-01, RECESSO - PORTARIA DA REITORIA Nº 737 DE 07/07/2014).
08/07/2014, Terça, Aula Prática, Turma B, 08h00 às 10h30, Galpão do SCGA, RECESSO - PORTARIA DA REITORIA Nº 737 DE 07/07/2014).
09/07/2014, Quarta, Aula Prática, Turma C, 08h00 às 10h30, Galpão do SCGA (aulas 75 a 77).
10/07/2014, Quinta, Aula Prática, Turma A, 08h00 às 10h30, Galpão do SCGA (aulas 75 a 77).

ATENÇÃO

(1) CONFORME VISTO POR TODOS E AVISADO NESTE BLOG, HAVERÁ AULA PRÁTICA PARA AS TURMAS C e A NOS DIAS PRÉ-ESTABELECIDOS.
(2) A REPOSIÇÃO DAS AULAS SERÁ FEITA POSTERIORMENTE (REMANEJAMENTO DO CRONOGRAMA DA DISCIPLINA, CONFORME INDICAÇÕES DA PRG). NA SEMANA QUE VEM ESTIPULAREMOS A NOVA DATA.

domingo, 29 de junho de 2014

Meritocracia não é para quem quer, mas para quem pode.

Estes dias li uma reportagem na mídia não especializada sobre as universidades brasileiras e o marasmo educacional. Adoro estes assuntos, ainda mais por fazer parte desse processo. Mas eis que o autor da matéria resolveu defender a igualdade de direitos entre os educadores de cursos superiores. Foi ai que me deu o famoso "tenesmo na tíbia"...

Sou a favor da meritocracia no ensino superior (leia direito esta frase...). Antes que eu me perca na etimologia e sentidos diversos desta palavra, prefiro definir meritocracia da seguinte forma: produziu, ganhou! Fácil. Serve para todos, de alunos a educadores. Somos uma cultura competitiva (veja a própria Copa do Mundo 2014, uma verdadeira guerra esportiva entre nações). Queremos sempre mais e de forma rápida, sem esforço.


Neste sentido, por que não melhorar nosso sistema de ensino com este fundamento. Temos uma legião de pseudo-educadores parasitas extorquindo e mamando nas já murchas tetas do Governo. É impressionante o corporativismo e o descompromisso com a coisa pública. Não é para radicalizar, mas atualmente não se tem controle sobre o professor. E antes que falem que estou acusando a classe por pura polêmica, lembrem-se que faço parte dela e sou culpado por muitas dos problemas que aqui me refiro. Perguntem se algum professor gosta de (ou quer ser) avaliado, ainda mais quando essas avaliações são públicas, expondo as mazelas de sua produtividade. A cobrança deve ser justa e o salário proporcional ao que se produziu. Dai caímos na questão salarial, mas isso é outro papo (porém, indiscutivelmente importante).

Apenas para lembrar algumas frases polêmicas do professor peruano César Camacho, o criador da Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas:

"Quem não gosta de sistemas que premiam o mérito, em geral, sabe que não reúne as condições mínimas para se sair bem"

"Na Amazônia existem o capim, os arbustos, árvores maiores e menores brigando pela mesma luz solar. É da natureza competir"

"A alta qualidade está ligada à dura seleção, mas o Brasil não tem pendor para a competição"

"As universidades já são avaliadas , mas precisam ser cobradas de verdade"

"Na Pós-Graduação brasileira, as notas são o que define as verbas destinadas a cada programa por CNPq e Capes. É um sistema fincado na meritocracia. (...) Porque esse valor tão caro não se dissemina na educação como um todo?"

É isso. Será que podemos???

Segue a programação da semana:

01/07/2014, Terça, Aula Teórica, Turmas A-B-C, 08h00 às 09h40, sala DMV-01, Tema "Sistema Genital Feminino" (aulas 68 e 69).
01/07/2014, Terça, Aula Prática, Turma B, 14h00 às 16h30, Galpão do SCGA (aulas 70 a 72).
02/07/2014, Quarta, Aula Prática, Turma C, 08h00 às 10h30, Galpão do SCGA (aulas 70 a 72).
02/07/2014, Quinta, Aula Prática, Turma A, 08h00 às 10h30, Galpão do SCGA (aulas 70 a 72).