segunda-feira, 18 de maio de 2015

Ora, pois...

Estes dias recebi a visita de um colega veterinário que representava uma empresa da área de terapia de pequenos animais. Normalmente sou muito receptivo a este tipo de visita, principalmente para estreitar laços entre os dois segmentos (universidade e empresa). Mas a coisa foi bisonha...


Ele foi me apresentar o produto X que, segundo ele, era o melhor do mercado nacional. Neste momento começou o seu repertório de equívocos, pois afirmou ser o produto X muito superior "às porcarias" da empresa concorrente. Pedi a ele que me explicasse a razão de tal superioridade. Ele se firmou no nome da empresa a que atualmente está empregado, dizendo ser esta mais confiável que a concorrente. Insatisfeito com a sua resposta, insisti que ele me desse as características técnicas (científicas) do produto X que o coloca tão acima do seu opositor de mercado. Mais uma vez, o colega insistiu que "produto é nome, e a minha empresa tem isso".

Consternado, agradeci a visita que ele me fez, peguei os folders do produto X e despedi-me do colega. Fiquei olhando aquele indivíduo sair pela portaria do HV e pensei: "poxa, será que depois de alguns anos de formado, ele não aprendeu que conhecimento é a chave-mestra para a maior parte das portas fechadas?".


Pois é. Com mais calma, resolvi analisar o tal produto X. Não é que a tal coisa é mesmo superior ao seu concorrente!!! Mas o que faltou ao colega, além de mais respeito aos demais do segmento, foi esmiuçar o conhecimento, colocá-lo em uma bandeja e servi-lo como prato principal. Qualquer pesquisador é facilmente derrubado com dados científicos ordenados e dispostos de maneira a dissecar o objeto de estudo. Mas ele não soube usar este traquejo...

Penso nas gerações que estão se formando e caindo na lavagem cerebral destas empresas. Imagino o caos do universo profissional fora das universidades, que aceitam (e engolem) propostas destas empresas ao simples ato de ver um folder bonitinho ou receber algumas amostras grátis.

Pensem em quanto vale o seu diploma e qual o custo final do bem-estar do seu paciente. De qualquer forma, bem vindo à medicina veterinária moderna...

Vamos, então, para a programação da semana:

SEMIOLOGIA
CICLO XI
18/05/2015, segunda, turma C, 14h00 às 16h30, sala DMV23, aulas 48 a 50 = Sistemas cardiovascular e respiratório (P).

CICLO XII
19/05/2015, terça, turmas A/B/C, 10h00 às 11h40, sala PV08-1, aulas 51 e 52 = Sistema gastrintestinal (T).
19/05/2015, terça, turma A, 14h00 às 16h30, sala DMV23, aulas 53 a 55 = Sistema respiratório (P).
21/05/2015, quinta, turma B, 14h00 às 16h30, sala DMV23, aulas 53 a 55 = Sistema respiratório (P).
25/05/2015, segunda, turma C, 14h00 às 16h30, sala DMV23, aulas 53 a 55 = Sistema respiratório (P).

OBSERVAÇÃO: Foi enviado para a caixa postal da turma: (1) material extra sobre Auscultas Cardíaca e Respiratória (um vídeo e um arquivo PDF); (2) material sobre Sistema Gastrintestinal (arquivo de slides e três arquivos de apoio).


AMBULATÓRIO DERMATOLÓGICO I
AMBULATÓRIO DERMATOLÓGICO III

14/05/2015, quinta, 08h00 às 11h40, sala DMV22, aulas 22 a 24 = Banhos cosméticos e terapêuticos. Atendimentos ambulatoriais.

segunda-feira, 11 de maio de 2015

Abyssus abyssum invocat

Realmente é para desanimar. Como professor e educador, tenho vivido situações únicas em termos de docência e administração pública. Como disse um daqueles seres estranhos que habita a fauna televisiva brasileira: “faz parte!”.


Mas as coisas estão beirando o absurdo e a inconsistência. Aquela velha lenga-lenga que o nosso ensino está sendo sucateado, que as universidades não têm mais verbas, que nossos alunos estão cada vez mais “emburrecidos e abestalhados” e que os professores entram na docência cada vez mais desanimados e pouco preparados, virou uma tônica e não tem mais a força que tinha antes.

É necessário que a própria sociedade educadora se volte contra isso. Não adianta jogar esta ação para a sociedade geral, que não tem conhecimento nenhum do que acontece no mundo do ensino (e se tem, é barrada pelas forças populistas e políticas dos programas governamentais de auxílio - os “bolsa-isso” e “bolsa-aquilo”).

Precisamos acordar e, mais que isso, agir. Vocês devem ter visto a barbárie que foi a recepção do governo do Paraná aos professores estaduais. Aquilo sim é o retorno à era militar (para a felicidade daqueles que insistem na volta deste câncer social). Não só retiraram os direitos adquiridos, mas privaram os docentes de qualquer tipo de manifestação pacífica e de acompanhar uma sessão pública!!!

Por isso, estimados neófitos, estamos em uma descendente acentuada com relação ao nosso ensino. Precisamos de mudanças no nosso meio e não aguardarmos decisões de outros segmentos. Estamos inertes e acabamos ineptos nesta situação. Vamos acordar. O que cada um pode fazer para que esta situação melhore? Sempre há uma forma de contribuição. E olha que não estou falando de paralisações e greves. Há coisas mais inteligentes no ar.

Por isso, o título desta postagem: "um abismo chama outro abismo". E é para lá que estamos caminhando (se e que não estamos já dentro dele).


Programação da semana:

SEMIOLOGIA
CICLO X
11/05/2015, segunda, turma C, 14h00 às 16h30, sala DMV23, aulas 43 a 45 = Sistemas tegumentar, cardiovascular e respiratório (P).

CICLO XI
12/05/2015, terça, turmas A/B/C, 10h00 às 11h40, sala PV08-1, aulas 46 e 47 = Sistema respiratório (T).
12/05/2015, terça, turma A, 14h00 às 16h30, sala DMV23, aulas 48 a 50 = Sistemas cardiovascular e respiratório (P).
14/05/2015, quinta, turma B, 14h00 às 16h30, sala DMV23, aulas 48 a 50 = Sistemas cardiovascular e respiratório (P).
18/05/2015, segunda, turma C, 14h00 às 16h30, sala DMV23, aulas 48 a 50 = Sistemas cardiovascular e respiratório (P).

OBSERVAÇÃO: Foi enviado para a caixa postal da turma o material extra sobre Auscultas Cardíaca e Respiratória (um vídeo e um arquivo PDF).


AMBULATÓRIO DERMATOLÓGICO I
AMBULATÓRIO DERMATOLÓGICO III

04/05/2015, quinta, 09h00 às 11h40, sala DMV22, aulas 19 a 21 = Atendimentos ambulatoriais.

domingo, 3 de maio de 2015

Síndrome de Waardenburg Felina

Para quem se esforçou na resolução do problema sugerido na semana passada, parabéns. A resposta é a seguinte:


Vamos à explicação... Os gatos possuem íris pigmentadas que variam entre tonalidades escuras (marrom, castanha, cobre, dourado) a claras (amarela, verde e azul). Tal característica está ligada à concentração de melanina e lipídeos presentes nesta estrutura ocular (quanto mais clara a íris, menos melanina e mais lipídeos ela contém). Esta condição de pigmentação da íris é condicionada tanto pelo gene 15 (EYCL3, concentração de melanina) quanto pelo gene 19 (EYCL1 - concentração de lipídeos).

Porém, é comum o aparecimento de felinos com íris de cores diferentes, mecanismo conhecido como heterocromia oftálmica (“Odd Eyed Cats”). Estes animais são incriminados como acúsicos bilaterais, mas nem sempre isso é fato.

Nem todos os gatos heterocrômicos oftálmicos são necessariamente surdos. É o que ocorre em indivíduos com pelagem que não é totalmente branca, mas são heterocrômicos: aqui, a surdez, caso exista, não se deve à anomalia genética condicionante do tipo de pelagem ou coloração de íris, mas sim resultar de situações adquiridas (otites, traumatismos, encefalites, etc.).

Já naqueles indivíduos com a pelagem totalmente branca e heterocrômicos oftálmicos, pode haver acusia do ouvido ipsilateral ao olho claro. Isso é explicado pelo fato deste grupo de felinos poder apresentar uma mutação genética autossômica e dominante (gene W) que condiciona a coloração de pelagem branca, desenvolvendo a Síndrome de Waardenburg, o que por sua vez causará despigmentação da retina e degeneração das células cocleares pela ausência de melanócitos nesta região.

É de se destacar que os gatos de pelagem totalmente branca e os dois olhos azuis (não heterocrômicos) também poderão apresentar a Síndrome de Waardenburg, já que o distúrbio não é condicionado por genes ligados à cor dos olhos (e sim à pelagem).

Em conclusão, a surdez congênita dos felinos devido à Síndrome de Waardenburg só ocorrerá em gatos com pelagem totalmente branca, portadores dos genes autossômicos dominantes da condição e independentemente da cor das íris. Mas, como fator complicador, estudos mais recentes têm revelado que outros genes de coloração de pele (gene S) também podem interferir nesta condição. Logo, felinos com suspeita de acusia hereditária devem ser conduzidos para exames eletrofisiológicos.


Programação da semana:

SEMIOLOGIA
CICLO IX
04/05/2015, segunda, turma C, 14h00 às 16h30, sala DMV23, aulas 38 a 40 = Sistema tegumentar (P).

CICLO X
05/05/2015, terça, turmas A/B/C, 10h00 às 11h40, sala PV08-1, aulas 41 e 42 = Sistema respiratório (T).
05/05/2015, terça, turma A, 14h00 às 16h30, sala DMV23, aulas 43 a 45 = Sistemas tegumentar, cardiovascular e respiratório (P).
07/05/2015, quinta, turma B, 14h00 às 16h30, sala DMV23, aulas 43 a 45 = Sistemas tegumentar, cardiovascular e respiratório (P).
11/05/2015, segunda, turma C, 14h00 às 16h30, sala DMV23, aulas 43 a 45 = Sistemas tegumentar, cardiovascular e respiratório (P).

ATENÇÃO: para a aula prática do Sistema Tegumentar, é aconselhável levar o roteiro de aulas práticas (já disponibilizado para a turma). Material do Sistema Respiratório já disponibilizado na caixa postal da turma.

AMBULATÓRIO DERMATOLÓGICO I
AMBULATÓRIO DERMATOLÓGICO III

07/05/2015, quinta, 08h00 às 10h40, sala DMV22, aulas 16 a 18 = Terapêutica nas otites.

segunda-feira, 27 de abril de 2015

Meu gato é surdo?

Ao encerrar uma das aulas teóricas da Semiologia, apareceu uma foto em meu notebook em que um gato de olhos de cores diferentes estava ali, olhando para todos da sala. Fiz a pergunta: será que ele é surdo? Então, fica o desafio. Será que você consegue responder à dúvida colocada abaixo, justificando, cientificamente, o porquê de sua resposta?

PERGUNTA PARA OS AILURÓFILOS (AMANTES DE GATOS)

QUAL GATO ABAIXO É SURDO (OU PODE SER SURDO) E QUAL O MOTIVO DISTO?

Gato 1: olhos da mesma cor (castanho), pelagem branca

Gato 2: olhos da mesma cor (castanho), pelagem preta

Gato 3: olhos da mesma cor (azuis), pelagem branca

Gatos 4: olhos da mesma cor (azuis), pelagem chocolate point

Gato 5: olhos de cores diferentes (castanho e azul), pelagem branca

Gato 6: olhos de cores diferentes (castanho e azul), pelagem bicolor

Gato 7: olhos de cores diferentes (verde e azul), pelagem branca

Gato 8: olhos de cores diferentes (verde e azul), pelagem araçá

PS. Para aqueles que gostam de desafios, esta foi uma questão que usei em uma das provas de admissão para o Programa de Residência Médico-Veterinária na UFLA. Para os que não gostam, esta pode ser uma pergunta do seu cliente...

Por fim, vamos à programação da semana:

SEMIOLOGIA
CICLO VIII
27/04/2015, segunda, turma C, 14h00 às 16h30, sala DMV22, aulas 33 a 35 = Sistema cardiovascular (T).

CICLO IX
28/04/2015, terça, turmas A/B/C, 10h00 às 11h40, sala PV08-1, aulas 36 e 37 = Sistema cardiovascular (T).
28/04/2015, terça, turma A, 14h00 às 16h30, sala DMV23, aulas 38 a 40 = Sistema tegumentar (P).
30/04/2015, quinta, turma B, 14h00 às 16h30, sala DMV23, aulas 38 a 40 = Sistema tegumentar (P).
04/05/2015, segunda, turma C, 14h00 às 16h30, sala DMV23, aulas 38 a 40 = Sistema tegumentar (P).

ATENÇÃO: para a aula prática do Sistema Tegumentar, é aconselhável levar o roteiro de aulas práticas (já disponibilizado para a turma).

AMBULATÓRIO DERMATOLÓGICO I
AMBULATÓRIO DERMATOLÓGICO III
30/04/2015, quinta, 08h00 às 10h40, sala DMV22, aulas 13 a 15 = Terapêutica nas otites.

segunda-feira, 6 de abril de 2015

Hulk, o maior Pit do mundo

Alguns alunos tem me perguntado sobre o "Hulk", aquele Pit Bull de quase 80kg que apareceu na internet no mês passado. O dito cujo pesa exatamente 79kg aos 18 meses de idade. Ele pertence a um casal americano que tem como atividade profissional, uma empresa de aluguel de cães de guarda.


O Pit (nome completo = American Pit Bull Terrier) pertence ao Grupo 11 da Federação Internacional de Cinofilia (FCI, em francês). É um cão de companhia e guarda proveniente dos Estados Unidos. Ele descende do cruzamento de diversos Buldogues ("Bulls") e os Terriers que os colonizadores ingleses levaram para os EUA. Daí foi um passo para montar uma raça extremamente versátil quanto à lida com o gado, guarda e outras provas de versatilidade. Pasmem: ele é um excelente cão de companhia e altamente indicado para crianças!!! Pois é, olha o que a mídia e "criadores" inescrupulosos fazem com uma raça... Segundo o Padrão da FCI, ele é um excelente escalador, com força extrema e pouco amistoso com outros cães. Daí ser usado em rinhas caninas em muitos países.

Mas o que aconteceu com "Hulk", se na cinofilia, o Pit não figura entre as dez raças mais pesadas do mundo (1º = Mastiff, 86kg; 2º São Bernardo, 81,7kg; 3º Irish Wolfhound, 72,6kg) nem entre as dez maiores em tamanho (1º = Irish Wolfhound, 81-89cm; 2º = Borzoi = 82cm; 3º = Dogue Alemão, 81,3cm)?


Ao observamos o Padrão da FCI, o Pit não possui uma escala de peso (mínima-máxima), como ocorre em algumas raças. O que é considerado é a adequada proporção entre peso e altura. Para machos, o peso desejável é de 15,87 a 27,21kg; fêmeas devem pesar entre 13,60 e 22,67kg. O Padrão é bem taxativo ao colocar que "Cães acima dos pesos mencionados não devem ser penalizados a não ser que sejam desproporcionalmente musculosos ou pernaltas". Logo, "Hulk" não pode ser penalizado...

O que, provavelmente, ocorreu com "Hulk" é uma combinação de genética e fatores ambientais predisponentes (alimentação - vitaminas, minerais, espaço, exercícios). Nem vou comentar sobre produtos anabolizantes, pois acredito que não seja o caso (animal proporcional em massa muscular). Também não acredito em alterações endócrinas (como o gigantismo ou a acromegalia), já que não há fenótipo para tal. Trata-se de uma aberração dentro da raça e pronto!

Quem quiser ver o vídeo da "criança", acesse o link:
Hulk, the giant Pit Bull

Sem mais delongas, vamos aos trabalhos da semana:

SEMIOLOGIA
CICLO V
06/04/2015, segunda, turma C, 14h00 às 16h30, sala DMV22, aulas 23 a 25 = Sistema oftálmico (T).

CICLO VI
07/04/2015, terça, turmas A/B/C, 10h00 às 11h40, sala PV08-1, aulas 26 e 27 = Sistema tegumentar (T).
07/04/2015, terça, turma A, 14h00 às 16h30, sala DMV23, aulas 28 a 30 = Mucosas superficiais. Sistema linfático. (P).
09/04/2015, quinta, turma B, 14h00 às 16h30, sala DMV23, aulas 28 a 30 = Mucosas superficiais. Sistema linfático. (P).
13/04/2015, segunda, turma C, 14h00 às 16h30, sala DMV23, aulas 28 a 30 = Mucosas superficiais. Sistema linfático. (P).

ATENÇÃO: O material expositivo e de apoio desta semana foi enviado e já se encontra no e-mail da turma (semiologiagmv116@gmail.com). As notas da 1a. Avaliação já estão no SIG.

FARMACOLOGIA E TERAPÊUTICA DERMATOLÓGICAS
Disciplina cancelada.

AMBULATÓRIO DERMATOLÓGICO I
AMBULATÓRIO DERMATOLÓGICO III
09/04/2015, quinta, 08h00 às 10h40, sala DMV22, aulas 07 a 09 = Terapêutica nas dermatites atópicas.

ATENÇÃO: O 1º Exercício Avaliativo deverá ser entregue, impreterivelmente, até o dia 09/04/2015 (em sala de aula e escrito). O 2º Exercício Avaliativo foi enviado para as caixas eletrônicas de cada um e deverão ser entregues no dia 16/04/2015.

segunda-feira, 30 de março de 2015

Sempre mais do mesmo


Que tristeza. Parafraseando Renato Russo: "sempre mais do mesmo". Li uma notícia estes dias sobre a briga política que está sendo desencadeada em uma importante universidade federal do nosso país. Estudantes disputando a direção do Diretório Central, mas sendo apoiados por partidos políticos. De um lado, a situação (que é atual ocupante do cargo discente); do outro lado, a oposição.

Neste ponto, pergunto: E as necessidades da universidade? E as aulas? E os direitos dos demais alunos não-partidários? O que vocês farão ao colocar uma bandeira do seu partido na entrada dos DCE's, DA's, CA's? E a bandeira do ensino?

Pois é, amigos. É por essas e outras que continuarmos a ser o que somos: um bando de idiotas disputando migalhas egoicas e finitas. Esquecemos de um ideal maior, que é o ensino, sua qualidade e seus defeitos que precisam ser combatidos, e abraçamos uma causa partidária filosófica, que apenas sustenta o bolso de poucos espertalhões lá do planalto.

Já vi este filme e, agora, vejo as sequências. O final é sempre o mesmo. As personagens mudam, o cenário se transfigura um pouco, mas o enredo é imutável.

Enquanto os estudantes não assumirem seus deveres como cidadãos e aprendizes, largando ideologias partidárias, continuaremos a ter este tipo de ensino que estamos propagando (reparem as palavras no plural, pois estou me incluindo no esquema, infelizmente).

Que deus tenha compaixão dos nossos estudantes (pois os homens lá de Brasília não têm).

Programação da semana:

SEMIOLOGIA
CICLO IV
30/03/2015, segunda, turma C, 14h00 às 16h30, sala DMV22, aulas 18 a 20 = Mucosas superficiais. Linfonodos superficiais (T).
CICLO V
31/03/2015, terça, turmas A/B/C, 10h00 às 11h40, sala PV08-1, aulas 21 e 22 = 1a Avaliação Teórica (valor 30,0 créditos).
31/03/2015, terça, turma A, 14h00 às 16h30, sala DMV22, aulas 23 a 25 = Sistema oftálmico (T).
02/04/2015, quinta, turma B, Sem ministração de aula (Recesso Escolar).
06/04/2015, segunda, turma C, 14h00 às 16h30, sala DMV22, aulas 23 a 25 = Sistema oftálmico (T).

ATENÇÃO: O material expositivo e de apoio desta semana foi enviado e já se encontra no e-mail da turma (semiologiagmv116@gmail.com). A turma B terá a aula de Sistema oftálmico posteriormente (ver Cronograma).

FARMACOLOGIA E TERAPÊUTICA DERMATOLÓGICAS
02/04/2015, quinta, 08h00 às 10h40, sala DMV22, Sem ministração de aula (Recesso Escolar).

AMBULATÓRIO DERMATOLÓGICO I
AMBULATÓRIO DERMATOLÓGICO III
02/04/2015, quinta, 08h00 às 10h40, sala DMV22, Sem ministração de aula (Recesso Escolar).



ATENÇÃO: O 1º Exercício Avaliativo deverá ser entregue, impreterivelmente, até o dia 09/04/2015 (em sala de aula e escrito). O 2º Exercício Avaliativo foi enviado para as caixas eletrônicas de cada um e deverão ser entregues, também, nesta data.

domingo, 22 de março de 2015

Eufemismo universitário

Um eufemismo é uma maneira suave de denominar algo, no sentido de minimizar o impacto que o real sentido da mesma possui no ser humano. Estamos cheios destas coisas em nossas vidas: não podemos chamar uma pessoa de velha, mas sim de "pessoa na melhor idade"; negros são "afrodescendentes"; roubo é "sonegação"; e por ai vai... Coisas estúpidas que deturpam e conduzem nossas ações. Mas fazer o quê? Somos assim e não queremos mudar.


Porque tocar neste assunto aqui? Justamente porque estamos cheios de eufemismos na nossa vida universitária: estágios são chamados de "vivência"; atividades extra-classes são denominadas de "atividades de integralização"; disciplinas que deveriam ser obrigatórias na grade curricular são chamadas de "disciplinas eletivas"; e uma coleção de exemplos que você mesmo consegue citar.

A verdade é que estamos brincando de aprender e de ensinar. Não adequamos o currículo às nossas exigências, mas sim nos moldamos à estrutura carcomida a que estamos imersos. Mudamos nomes e ideias, mas mantemos a base. Assim sofremos menos (ou pelo menos acreditamos nisto!).

É o que diz um velho ditado popular: "O lobo aprendeu que, vestido de pastor, a coisa funciona ainda melhor". Você já viu o lobo?

Programação da semana:

SEMIOLOGIA
CICLO III
23/03/2015, segunda, turma C, 14h00 às 16h30, sala DMV23, aulas 13 a 15 = Marcha do exame clínico (P).
CICLO IV
24/03/2015, terça, turmas A/B/C, 10h00 às 11h40, sala PV08-1, aulas 16 e 17 = Marcha do exame clínico. Exame das mucosas superficiais (T).
24/03/2015, terça, turma A, 14h00 às 16h30, sala DMV22, aulas 18 a 20 = Sistema linfático. Parâmetros vitais (T).
26/03/2015, quinta, turma B, 14h00 às 16h30, sala DMV22, aulas 18 a 20 = Sistema linfático. Parâmetros vitais (T).
30/03/2015, segunda, turma C, 14h00 às 16h30, sala DMV22, aulas 18 a 20 = Sistema linfático. Parâmetros vitais (T).

ATENÇÃO:
(1) O material expositivo e de apoio desta semana já foi enviado e se encontram no e-mail da turma (semiologiagmv116@gmail.com).
(2) Para a turma C, a aula prática será na sala de Semiologia do HV (DMV23), cuja entrada é pelos fundos do prédio. Vocês podem aguardar na própria sala. É obrigatório o uso de avental.
(3) A lista de passeios será divulgada na terça (24/03/2015). Neste mesmo dia serão enviados os materiais referentes a esta atividade (carteiras, listas com nomes). OS PASSEIOS SERÃO INICIADOS NO DIA 25/03/2015.

FARMACOLOGIA E TERAPÊUTICA DERMATOLÓGICAS
26/03/2015, quinta, 08h00 às 10h40, sala DMV22, aulas 07 a 09

AMBULATÓRIO DERMATOLÓGICO I
AMBULATÓRIO DERMATOLÓGICO III
26/03/2015, quinta, 08h00 às 10h40, sala DMV22, aulas 07 a 09

ATENÇÃO:
(1) O horário das aulas foi antecipado para as 08h00.
(2) O material de apoio seguira nesta semana no e-mail de cada um.
(3) Os exercícios avaliativos (Grupos de Discussão) serão enviados no e-mail de cada aluno. Serão três Grupos de Discussão:
     Grupo I = alunos da disciplina RMV377 (R1)
     Grupo II = alunos da disciplina RMV379 (R2)
     Grupo III = alunos da disciplina PMV510 (Mestrado)
A entrega do primeiro lote será, impreterivelmente, no dia 02/04²015 (por escrito).
(4) AVISO PARA A TURMA DO MESTRADO: ASSIDUIDADE É FATOR PARA REPROVAÇÃO!